O Primeiro Canil de Rottweiler do Brasil

O Primeiro Canil de Rottweiler do Brasil

Em 1972 foi registrado o primeiro canil de Rottweiler no Brasil, pela Sra. Úrsula Leisinger. O Canil foi batizado como Canil Alcobaça, localizado no Rio de Janeiro.

O Primeiro casal de Rottweiler foi importado da Alemanha no dia 23 de março de 1972. A fêmea se chamava CAMBA VOM BESELICHE-KOPF – BKCE 1360, com 3 anos, nascida em 24 de setembro de 1969, filha de Gringo Von Der Wigg – ADRK 39166 e de Zola Vom Jacobsbrunnen. O Macho se chamava ETZEL VOM GERTRUDENHOF – BKCE 1361, com 6 anos, nascido em 22 de dezembro de 1966. Filho de Grim von Der Hobertzburg ADRK 37485 e Cita Von Schoss Westerwinkel – ADRK 38428.

Os Primeiros Rottweilers Brasileiros

A Primeira ninhada de Rottweiler Brasileiro nasceu em 31 de agosto de 1972, sendo 1 macho que foi batizado como ACA – 62.521 RG e 5 fêmeas, Alba, Amba, Anna, Anka e Amai com numeração subsequente.

A segunda ninhada do Canil Alcobaça nasceu em 9 de setembro de 1973, sendo 4 machos e 4 fêmeas, entre os quais, Britannia 67.266 RG que foi adquirida pelo Sr. Luciano Cruz e Barbarella 67.267 RG, comprada pelo Sr. Haroldo Dart Tupinambá.

Os primeiros Campeões

A Rottweiler fêmea Britannia do Sr. Luciano Cruz, seguiu carreira até fechar o campeonato internacional de beleza em 19 de maio de 1976, já tendo sido Grande Campeã. A Rottweiler fêmea Barbarella do Sr. Haroldo Dart Tupinambá, ganhou em 1975 o campeonato Nacional de Beleza.

Expansão da criação do Rottweiler no Brasil.

Em 1975 quando a Rottweiler fêmea Barbarella do Canil Alcobaça atingia a maturidade, o Sr. Haroldo Dart Tupinambá registrou o 2º canil de criação de Rottweiler aqui no Brasil: NEVADA’S KENNEL.

Em 7 de junho de 1975 nascia o famoso BARON JR. 79.467 RG de copropriedade do Sr. Epaminondas Moreira do Vale filho com o Sr. José Francisco Furtado Lima.

O nome Baron JR, foi dado em homenagem ao pai da ninhada Huhns Andvari de apelido “Baron” BKCE 2031, nascido em 01 de março de 1964 e importado dos EUA pelo Sr. Henry Victor Eicher em 15 de junho de 1976.

Enquanto isso, chegava ao Brasil a Rottweiler fêmea Herburger Countess Aischa BKCE/2028, da Inglaterra, nascida em 22 de março de 1975 importada pelos. José Francisco Furtado Lima e o macho Sangetts Svarte Tarras BKCE 18884, nascido em 15 de agosto de 1974 na Suécia e importado pela Sra. Ulla Vaena.

O Sr. Haroldo Tupinambá ficou com Nevada’s Bubbles 79.491 RG da sua primeira ninhada e vendeu as outras fêmeas, uma das quais, Nevada’s Beauty 79.493 RG para o Sr. Manoel Correia de Gonçalves Ribeiro com a qual, em 1977, registrou o CANIL FAMILICÃO.

Ainda em 1977 nascia, em 9 de outubro, a ninhada do CANIL FRISANS com 2 fêmeas e 6 machos onde se destacaram a fêmea Bayaliz 124.007 RG e o macho Bayanor 124.010 RG adquiridos pelo Sr. Victor André Faffainer de Porto Alegre, RS.  Bayaliz e Bayanor foram campeões, grandes campeões e campeões internacionais.

Como nessa época o Rottweiler era desconhecido, porque não tinha ainda passado o filme “A PROFECIA” a Criação começou a ganhar força em 1980.

Até março de 1986 formam importados 65 exemplares: 26 machos e 39 fêmeas.

Até o ano de 1986 os mais principais canis de Rottweiler estavam no Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba.  Hoje existem em todos os estados Brasileiro excelente criadores de Rottweilers.

Fonte de Pesquisa: Livro o Rottweiler de Bruno Tausz,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *